Veja o que é preciso saber para organizar casamento na praia



É um sonho para muitas mulheres e é uma cerimônia que pode ser realizada em diversos estilos. Romântico, moderno ou clássico, os tipos de decoração podem ser adaptados aos mais variados ambientes, como campo, cidade ou praia. Realizar a união de frente para o mar tem sido escolha constante de muitas noivas, que contam com melhor infraestrutura do que há alguns anos.

Muitas praias, principalmente do litoral norte paulista, já contam com fornecedores na cidade, o que acaba barateando o custo para os noivos, que não precisariam gastar com fretes. Entretanto, a festa na orla pode não ser mais em conta do que na cidade, visto que muitas já são suntuosas e não tem mais o clima de lual.

Burocracias
A cerimônia que acontece de frente para o mar, ao por do sol, é realmente linda, mas, demanda organização e antecedência. Caso os noivos optem por realizá-la em uma praia pública, devem saber que não estarão livres dos olhares curiosos e precisarão, antes de mais nada, de um alvará da prefeitura para a utilização do espaço. “Costumamos dar entrada com o pedido na prefeitura um mês antes do casamento, mas recomendamos que o casal evite os meses de alta temporada e feriados, pois além dos hotéis terem tarifas mais caras, os convidados enfrentarão estradas lotadas, fila na balsa e outros estresses”, contaram as profissionais de eventos.

Também é fundamental ter um “plano B” para o caso de mudanças no clima. Profissional de eventos disse acreditar que a utilização de uma tenda na festa é sempre bem-vinda, pois protege tanto do calor do sol quanto da possibilidade de uma chuva inesperada. “Não podemos arriscar. Se não temos a opção das coberturas, temos que ter um espaço físico coberto para o evento”, contaram as meninas da Ilha de Eventos.

Etiqueta
“Tem muito casal que acha que pode convidar 500 pessoas que apenas 200 aparecerão, já que o evento será em outra cidade. Isso não é real! Como os convites são entregues até 60 dias antes do evento, as pessoas se programam para conseguir ir ao enlace”, lembram profissionais.

A consultora de eventos citou que os noivos devem bancar o transporte e a hospedagem de alguns de seus convidados, como pais, avós ou padrinhos. “Se não forem pagar a viagem para todos os convidados, também é bacana que abram o jogo e digam que conseguiram preços especiais em hotéis e pousadas na cidade”, destacou.

Se os noivos não vivem na cidade onde farão a festa, também é imprescindível que indiquem alguns serviços aos seus convidados, como salões de beleza, lojas de aluguel de roupas, pontos de táxi etc. “Hoje em dia, o melhor meio de fazer isso é montando um site do casamento. Se os noivos não quiserem gastar com isso, podem optar por um blog, sempre atualizando as informações e indicando mapas, restaurantes, salões etc. Eles podem indicar o endereço do site no convite e colocar no endereço eletrônico os locais onde estão as listas de presente, como os amigos e familiares poderão fazer a confirmação de presença etc”, propôs profissional.

Embora estejam se popularizando, casamentos na praia ainda são novidade para muitos convidados e, por isso, é fundamental que os noivos indiquem no convite qual o traje que deve ser usado no evento. As assessoras da Ilha de Eventos recomendaram o social sem gravata, como calça, camisa e blazer para eles e vestidos curtos ou médios, lisos ou estampados para elas.

O traje da noiva é um capítulo à parte. As profissionais sugeriram evitar brilhos e salto agulha. “Ela deve evitar o uso de véus longos, principalmente se ventar bastante na praia, para que não levante areia em cima dos convidados”, destacou profissional do ramo, lembrando que o casal pode – e deve – pesquisar como o vento se comporta ao longo do ano na praia escolhida, assim como as marés, para evitar que a festa acabe antes da hora por “motivos de força maior”.

O que servir
As profissionais comentaram que a recepção varia de acordo com o gosto do casal, mas, caso seja realizada no litoral, é bacana servir ao menos um prato à base de peixes ou frutos do mar para combinar com o ambiente. Doces também são sempre bem-vindos, mas é preciso atenção com os que levam frutas frescas, para que não azedem, e com os de chocolate, para que não derretam.

Para beber, água de coco, sucos de frutas, refrigerantes e água são boas pedidas. Nos alcoólicos, coquetéis, prosecco bem gelado, whisky, caipirinhas e até mesmo cerveja podem ser oferecidos aos adultos. “Não acho que cerveja combine com casamento, mas vai muito bem com praia”, falou a profissional.

Quando casar
A melhor época para realizar um matrimônio no litoral é na primavera, entre os meses de setembro e novembro, quando a temperatura está agradável e não há tanta possibilidade de chuvas. “Nos demais meses, a incidência de chuvas é maior ou faz muito frio ou venta demais ou faz muito calor como entre dezembro e fevereiro”, enfatizou.

 

Fonte: Terra Mulher

New wedding: noivos apostam em novas tendências e garantem casamentos nada tradicionais



O casamento é um dos eventos mais tradicionais em todo o mundo. E, para quem sonha com o grande dia do “SIM”, a celebração festiva ao lado de amigos e familiares é indispensável. Mas, quem disse que a festa tem que seguir esse estilo tradicional?

Prova que isso tem mudado são os diversos casamentos inovadores que vemos por aí. À frente do Via Appia Festas e Eventos, a consultora de eventos Karen Scagliarini, conta que é cada vez mais comum a procura dos noivos por detalhes que garantam modernidade e criatividade ao evento, da cerimônia até a festa. “São tantos detalhes, que é possível inovar desde o convite, até decoração, itens da cerimônia e vestimenta dos noivos, por exemplo”, explica Karen Scagliarini.
Se você também vai casar e quer fugir do comum, papel e caneta na mão, para anotar as dicas da profissional!

Cerimônia: A começar pela cerimônia, muitos itens podem ser modificados, sem perder seu real significado. Um dos exemplo, é realizar a cerimônia no mesmo local da festa. Isso garante praticidade aos noivos e convidados e ainda permite a redução de gastos com a produção e decoração. “Aqui no Via Appia, por exemplo, já quisemos nos antecipar ao que entendemos ser uma necessidade e diferencial para os casais. Por isso, contamos com uma capela ecumênica localizada ao lado do salão principal”, conta Karen.

Damas de honra: Tradicionalmente falando, todos esperam a entrada das crianças para a entrega das alianças aos noivos. Uma mudança que é cada vez mais comum, é o casal optar por realizar esse ritual com os animais de estimação. “Já tivemos um casamento, em que os noivos optaram pelo cachorro; e o melhor, ele entrou caracterizado; foi um charme, todos os convidados adoraram e as fotos ficaram lindas”, afirma.

Decoração: Branco e verde são tonalidades que fazem a cabeça de muitas noivas, por serem neutras e transmitirem sofisticação. Mas, nada impede a criação de decorações de impacto com tonalidades vibrantes como vermelho, pink, roxo, laranja ou até azul. “As cores têm sido cada vez mais comuns nas decorações de casamento, e aparecem em detalhes como flores, lembranças, luzes do salão, bebidas, tecidos das mesas, entre outros”, explica a consultora.

Look dos noivos: Aproveitando que falamos em cores, outra tendência quando o assunto é casamento, é encontrar itens cheios de vivacidade, para completar os looks dos noivos. “No noivo, os detalhes podem aparecer na gravata, flores, cinto, sapato e lenços, Já para ela, os detalhes aparecem na make, joias, lingerie, sapatos e, principalmente, no buquê.

Convite: Papel? Não mais. Quem deseja inovar e surpreender os convidados, pode começar pelo convite. De opções como caixas de vidro, bolsas para ipad, cadernos para colorir e até mouse pads, por exemplo, o importante dos novos convites é servir de presente para quem os recebe. “Uma ideia incrível e supertecnológica é apostar em convites caixas, com TV’S acopladas. A ideia traz uma miniTV de LCD de quatro polegadas em uma caixa que, quando aberta, já aciona o vídeo. Essa foi a ideia da cantora Preta Gil para seus padrinhos”, conta Karen.

Lembrancinhas: Se a ideia dos convites é presentear quem fará parte deste momento, a das lembranças é presentear quem já fez. Depois de curtirem a noite juntos, nada melhor que entregar, aos amigos e familiares, algo que os faça lembrar sempre daquele dia. “Além dos tradicionais kits ressacas e chinelos, uma ideia criativa de presente são, por exemplo, quadros, já com fotos dos convidados com os noivos, feitas e impressas no próprio evento”, indica.

Tecnologia: E nada mais moderno que tecnologia. Pistas de danças com LED, projetores espalhados pelo ambiente, cabines de fotos, transmissões ao vivo das fotos feita na noite e até robôs são inovações cada vez mais comuns.

Comidas: Depois do finger food, a tendência é apostar no confort food. Sabe aquele cheirinho de comida da infância ou de um momento especial? Exatamente. Podemos dizer que essa nova forma de apresentar a gastronomia é trazer aquela receita (doce ou salgada) que foi especial ou lembra a casa da sua avó, por exemplo. Se é especial, nada melhor que ter ela em um dia como esse.

Bolo: Mesa de bolo tradicional? Nem sempre. Agora, o ideal é criar estações de doces, e apresentar o tão esperado bolo na pista de dança. “Nada melhor para agitar os convidados e chamar atenção para o corte e brinde tão esperados”, completa Karen Scagliarini.
Com tantas inovações, fugir daquela celebração tradicional vai ser mais fácil do que parece, não é mesmo?!

 

Fonte: Noivas e Noivos

11 dicas para fazer a festa de casamento dos sonhos sem se endividar



Casar não é barato, e a crise financeira pode dificultar ainda mais a realização desse sonho. A saída é planejar o casamento com antecedência na ponta do lápis, além de pesquisar e barganhar preços.

Confira as dicas dos especialistas a seguir:

1) Antes de começar, defina um valor

Estime quanto o casal consegue poupar por mês. Acompanhe os gastos com planilhas. Segundo Raquel Esteves, se o casal juntar R$ 3.000 por um mês durante um ano (R$ 36 mil), é possível realizar uma boa festa para 200 convidados.

2) Quanto antes começar, melhor

O tempo de antecedência ideal para começar a planejar a festa de casamento, segundo Maria Inês Dolci, é de um ano e meio a dois anos antes do evento, para dar tempo de pesquisar ao menos três orçamentos para cada serviço e negociar com fornecedores.

3) Mantenha uma reserva financeira

Separe de 10% a 20% do orçamento para emergências. “Se conseguiu juntar R$ 40 mil, deixe R$ 4.000 para emergências e gaste apenas R$ 36 mil”, diz Coutinho. Caso seja necessária uma contratação de última hora, é preciso ter dinheiro para resolver problemas não esperados, como a ausência de um fotógrafo, por exemplo.

4) Não se endivide

Alguns casais tomam empréstimos para poder pagar a festa de casamento. Giovanni Coutinho e Maria Inês Dolci condenam a prática. Não é aconselhável começar a vida a dois endividados, dizem. Segundo eles, a experiência de manter os limites financeiros do casal é positiva para o futuro do par.

5) Atenção à lista de convidados

A lista de convidados é o item a ser mais bem avaliado, pois interfere diretamente nos custos da festa. Coutinho diz que a lista costuma ser grande porque são convidados familiares e amigos que muitas vezes não têm ligação emocional com o casal.

“Se a pessoa não participa do seu dia a dia, não deve esperar privilégio num evento restrito”, diz Coutinho. Raquel Esteves diz que o número de convidados de uma festa de casamento é de 150 pessoas, em média, mas é possível fazer uma festa animada mesmo com 50 convidados.

6) Relacione tudo o que precisa ser contratado

Qual será o local da cerimônia? Quais os gastos com comida, bebida, trajes, fotografia? Tudo precisa ser anotado. Negocie descontos com cada um dos fornecedores. Prefira pagar à vista. Se não for possível, divida as parcelas para caber no orçamento do mês. O bufê costuma ser a despesa mais pesada da festa, correspondendo a quase metade dos gastos.

Veja este exemplo elaborado por Raquel Esteves para uma festa com 150 convidados:

  • Bufê: R$ 12.000 (40%)
  • Impressos (convites, cardápios, lembrancinhas): R$ 900 (3%)
  • Cerimônias civil e religiosa: R$ 900 (3%)
  • Transporte e estacionamento: R$ 900 (3%)
  • Som e iluminação: R$ 3.000 (10%)
  • Vestuário, maquiagem e cabeleireiro: R$ 2.400 (8%)
  • Foto e filmagem: R$ 4.500 (15%)
  • Decoração: R$ 3.600 (12%)
  • Assessoria (organização): R$ 1.800 (6%)
  • Total: R$ 30.000

7) Escolha o tipo de festa

Quanto mais formal o casamento, mais caro ele é. Um casamento com jantar, banda, lembrancinhas, trajes a rigor, igreja e lua-de-mel pode ultrapassar facilmente R$ 100 mil, afirma Marcos Sanches. Para economizar, em vez de bufê tradicional, é possível optar por um coquetel do tipo “finger food”, com comidas servidas em copinhos e taças, por exemplo.

Ou até mesmo ir a uma churrascaria comemorar (com cada convidado pagando sua própria conta), como sugere Coutinho.

8) A escolha do mês interfere no bolso

Segundo Sanches, a escolha do mês para dizer o “sim” também aumenta ou diminui a despesa do casal. Maio, setembro, outubro e novembro são os meses mais procurados e mais caros. Maio tem um custo adicional: as flores sobem de preço pela proximidade com o Dia das Mães e o Dia dos Namorados.

“Fevereiro é péssimo, chove muito e tem Carnaval”, diz. Dezembro é outro mês problemático. “As pessoas estão gastando para o Natal e as férias; o casal pode ter muitas faltas entre os convidados”, diz. “Janeiro é o melhor mês para conseguir descontos.”

9) Cuidados com a lista de presentes

Quem opta pela lista de presentes deve tomar cuidados especiais com as lojas escolhidas, afirma Maria Inês Dolci. Verifique quais os procedimentos para troca dos produtos, se a loja tem reclamações nos órgãos de defesa do consumidor, se é possível acompanhar as compras pela internet.

Também é aconselhável guardar cópia da lista. Os convidados também devem se certificar se os produtos comprados foram entregues. “Houve caso de o presente ir para uma noiva com o mesmo nome e data de casamento, que morava em outro Estado”, diz.

10) Sites permitem receber presentes em dinheiro

Os casais que já moram juntos e não precisam de tantos objetos para casa ou aqueles que estão no segundo casamento também podem utilizar sites de casamento que criam listas fictícias de presentes, que são entregues na forma de dinheiro aos noivos. Segundo Coutinho, essa é uma boa ideia para quem quer ajuda para pagar a viagem de lua-de-mel, por exemplo.

11) Aceite (ou contrate) ajuda

Se os amigos ou parentes quiserem colaborar com a festa, aceite. Coutinho cita alguns exemplos: a tia que faz doces deliciosos; uma cunhada que faz artesanato; o primo que tem um carro elegante. Outra possibilidade é contratar uma assessoria de casamento, cujo trabalho é planejar, negociar com fornecedores e auxiliar o casal até a realização da festa.

 

Fonte: Uol

Para noivas, madrinhas e mães: dicas do que vestir no casamento civil



O casamento civil tradicionalmente é realizado em um cartório, o que torna a vida dos noivos mais fácil.
Mas, quando se trata do que vestir, nunca é uma tarefa tranquila para as noivas, mães e madrinhas.
Então, vamos considerar que você vá casa no cartório da sua cidade e está precisando de algumas inspirações. Abaixo algumas dicas bacanas selecionadas por mim e pela personal stylist Ana Carrard.

PARA NOIVAS

Muitas optam pelo branco, para manter a tradição e por não terem a cerimônia religiosa. A renda também é uma excelente pedida para esse momento. Mas não existe uma regra formal do que se usar: você deve vestir algo que combine com o seu estilo, mas obviamente é indicado compor o look com atenção no local, horário, tamanho do vestido, etc. Nesse caso, vale ter o buquê, mas não o véu longo e nem um vestido de noiva tradicional.

Dicas da stylist Ana Carrard
“Alô, noivas! Para o casamento civil, vale vestido, combinação de saia e blusa e até calça. O branco ainda impera, mas se você quiser fugir um pouco da tradição, vale optar por outros tons clarinhos como rosé, nude ou lavanda. Os tecidos devem ser nobres e com bom caimento e o salto alto não é obrigatório. O mais importante é que a roupa transmita a sua personalidade e que você esteja se sentindo linda.”

 

PARA MADRINHAS

A regra é clara: evite o branco, independentemente de ser uma cerimônia menor e mais rápida essa regra permanece. Vestidos são bem-vindos, assim como blusas e saias. Tente evitar brilho, decotes, transparência e comprimentos muito curtos. Isso, também vale para a noiva.

Dicas da stylist Ana Carrard
“Hey, madrinhas! É menos difícil do que parece: pense que você está indo a uma cerimônia de média formalidade. Você precisa estar alinhada, mas sem muita pompa ou circunstância. Procure se informar sobre o estilo que a noiva estará usando, assim você não correrá o risco de ficar overdressed (arrumada demais). Nada de bordados, pedrarias, plumas ou paetês. Os longos também podem ficar no armário. Vestidos ou saias acima do joelho ou midi e calças sociais com blusas de seda, por exemplo, farão bonito.”

 

PARA AS MÃES DAS NOIVAS

Roupas mais sóbrias, de tecidos leves ou encorpados finos tipo o linho são boas pedidas.  Conjuntos de saia e casaco, vestidos tipo tubo com ou sem manga. Acessórios tipo pérolas, que carregam um peso simbólico de tradição são bem-vindos.

Dicas da stylist Ana Carrard
“Opa, é a mãe da noiva! Discrição e elegância são as palavras chaves. As regras são as mesas das madrinhas, lembrando ainda de não exagerar no penteado nem na maquiagem. Pense em acessórios bacanas, que possam dar uma cara comemorativa a um vestido ou uma combinação mais clássica. Se optar por estampa, procure fazer uma escolha discreta. A bolsa deve ser pequena ou então uma clutch de mão (isso vale para as madrinhas também).”

 

Fonte: Revista Donna

5 dicas de maquiagem para casamentos diurnos



Vai casar durante o dia? Então não deixe de anotar todas as dicas de maquiagem

Que os casamentos ao ar livre durante o dia estão em alta todos já sabem, agora, qual a diferença entre noite e dia na hora de compor a maquiagem?

Acima de tudo, para todos os estilos de casamentos, a preparação do cabelo e maquiagem da noiva para requer habilidade, arte, uma boa dose de talento, conhecimento técnico e – por que não? – serenidade e muito amor. É fundamental que o profissional esteja totalmente disponível e muito concentrado neste trabalho que será o mais importante na vida desta cliente.

  1. Equilíbro é a chave de tudo!

Segundo profissional, na temporada de primavera-verão, os casamentos diurnos bombam ainda mais. No entanto engana-se quem pensa que o “menos é mais” sempre ganha nesse caso.

“Cerimônias durante o dia eram sinônimo de simplicidade. Hoje, você pode fazer uma festa durante o dia super luxuosa, só que com vestido, maquiagem e decoração específicos para este perfil”

  1. Levar em conta a hora do dia e iluminação.

“A maquiagem muda se o casamento for pela manhã ou no fim de tarde. O fator iluminação é determinante na beleza da noiva. O mais importante é estar com a produção adequada para os vídeos e fotos, que vão durar pra sempre. A noiva tem que se preocupar em estar bonita para os convidados, é claro, mas a maquiagem não pode pesar com o dia claro”.

  1. Harmonizar o look e a maquiagem também com o ambiente e a decoração.

“Uma coisa é fazer uma celebração diurna na beira da praia outra é fazer no Copacabana Palace no mesmo horário. O maquiador e a noiva tem que ter feeling para captar estas nuances que fazem toda a diferença”.

  1. Encontrar um profissional com experiência neste tipo de cerimônia.

“Não existem regras rígidas, existe sensibilidade e bom gosto. O profissional não pode querer impor uma make up basiquinha num mulherão porque maquiagem para dia “tem que ser assim. É tudo uma equação. Até o vestido pode pedir um determinado tipo de maquiagem. Cabe a noiva contratar um profissional que tenha experiência e qualificação”

  1. Clima e época do ano devem ser levadas em consideração.

“A temperatura determina a dosagem de maquiagem que vamos aplicar, além do tipo de pele, é claro. Há casamentos diurnos na serra e na praia, por exemplo. Pode ser um produto fino e leve, translucido de longa duração… são infinitas escolhas”.

 

Fonte: Inesquecível Casamento

Como escolher o bolo de casamento



O bolo da festa de casamento precisa ser bonito, saboroso e ainda caber no orçamento dos noivos

O bolo de casamento é quase tão importante quanto o vestido da noiva. Precisa ser bonito, gostoso, combinar com o estilo do casal e ainda caber no orçamento da festa. Por isso, precisa ser bem escolhido. Mas para ter um bolo de casamento perfeito, a noiva deve prestar atenção em alguns detalhes, entre eles a decoração, o tamanho, o recheio, o local onde o doce será colocado.
Se você já tem o bolo em mente, é só procurar uma fada madrinha para materializar este sonho. Senão, a dica é procurar fotos de bolo de casamento para usar como referência na construção do seu. A partir daí, é só personalizar da maneira que desejar.

Decoração do bolo de casamento

Uma dica importante é combinar o bolo com o estilo da festa. Portanto, não invente demais e tome cuidado com a mistura de cores. Usar um bolo moderno em uma festa de casamento com decoração clássica pode não ser uma boa opção, mas nada impede que você use sua criatividade como quiser.

A decoração do bolo de casamento precisa ser delicada. Flores de tamanhos variados, laços e bolinhas são alguns exemplos bastante usados, mas há opções para todos os gostos. Os tradicionais noivinhos no topo do bolo nunca saem de moda e podem ser personalizados, deixando a festa com a cara dos noivos.

Recheio para bolo de casamento

A regra de que menos é sempre mais é bastante válida na escolha do recheio do bolo de casamento. Misturar vários sabores pode deixar o doce enjoado. Além disso, não se esqueça de que seus convidados têm gostos diferentes e pode ser que suas preferências não agradem.

Escolha um sabor clássico e suave. Os mais tradicionais e que costumam agradar a maioria dos convidados são chocolate, creme de baunilha, nozes, coco e bem casado. Quando servido com sorvete, o bolo de casamento se transforma em uma sobremesa deliciosa, aproveite a dica.

Não erre na quantidade

Para não correr o risco de ficar em uma saia justa daquelas, considere 100 gramas por convidado se o bolo for o único doce a ser servido pelo buffet. Como nem todos comem o bolo, calcular a quantidade para cerca de 30% dos convidados é suficiente. Se a festa tiver docinhos e quanto maior a quantidade e a variedade de deles, menos bolo deve ser encomendado.

Leve em conta também que nos casamentos pela manhã com comemoração no almoço, a tendência é que mais pessoas provem o bolo. Já nos casamentos à noite, o bolo pode ser menor.

Onde devo colocar o bolo de casamento?

Além de gostoso, o bolo precisa ficar bonito nas fotos do casamento. Um detalhe importante, mas que pode passar despercebido para muitas noivas, é o tamanho do bolo de casamento. De nada adianta encomendar um bolo lindo, todo decorado, com quatro ou cinco andares, se o casal for baixinho.

Isso mesmo, o tamanho do bolo deve ser proporcional à altura dos noivos. Afinal, noiva nenhuma gostaria de ter a desagradável surpresa de descobrir que ficou escondida atrás do bolo só quando receber o álbum de casamento.

Pense também no local onde o bolo de casamento vai ficar. Se for a mesa de doces, o bolo pode ser menor, já que os quitutes ajudam a decorar o local. Mas se a intenção for deixá-lo em uma mesa no meio do salão ou na pista de dança, escolha um bolo maior e mais chamativo.

 

Fonte: Dicas de Mulher

Dermatologista dá dicas de como preparar a pele um ano antes do casamento



Relações de muito ou pouco tempo, não importa. Se a decisão é por uma festa ou cerimônia de casamento, a expectativa é que saia tudo conforme o planejado. Sem falar que noivos e noivas – tímidos ou desinibidos – viram o foco de todas as atenções e, por isso, estar com a pele perfeita no grande dia requer planejamento de longo prazo, assim como a contratação de buffet, DJ, flores, etc. Pensando nisso, a médica dermatologista Livia Pino preparou uma série de dicas para que aqueles que pretendem subir ao altar possam se programar ao longo de um ano e, assim, ter uma aparência saudável na hora da celebração.

Para uma cútis perfeita, não há milagre. O melhor profissional a procurar é o médico dermatologista. Não existe uma receita de bolo, cada pessoa tem uma pele diferente que requer cuidados específicos e individualizados, preparados especialmente para atender as necessidades de cada um.

“Selecionei cuidados que devem ser tomados de 1 ano a até o dia anterior ao casamento. Através de um resumo-cronograma, espero poder contribuir para que noivas e noivos se preparem bem e tenham os melhores resultados. É um tratamento completo, que envolve uma avaliação inicial feita por um corpo clínico multidisciplinar para diagnosticar as reais necessidades de cada paciente e propor um cronograma de atendimento e acompanhamento adequado. Assim, cada procedimento é planejado e realizado a seu tempo, sem correrias e nem atropelos, para garantir os melhores resultados e superar expectativas”, destaca a dermatologista Livia Pino.

Enfim, o mês de maio, na tradição popular, é chamado o mês das noivas. Para estarem lindos, confiantes e saudáveis é preciso planejamento.

1 ano antes

Está na hora de fazer a sua primeira consulta com seu dermatologista. Conversar sobre o que incomoda na pele do rosto, corpo, cabelos e unhas; e o que pretende melhorar. Está na hora também de checar a saúde como um todo. Seu médico irá verificar e solicitar exames necessários.

Consultar um nutricionista caso seja necessário, e se não realizar atividades físicas, está mais do que na hora de colocá-la na sua rotina. E sempre, claro, sob supervisão de um profissional de educação física capacitado.

11-10 meses antes

De posse dos exames solicitados retornar à consulta com seu dermatologista. Nesta fase iremos avaliar a necessidade de repor alguma vitamina, diagnosticar algum problema de saúde que possa por exemplo estar causando a acne ou queda de cabelo. E já nesta consulta programaremos o que faremos de tratamentos, priorizando suas queixas. Lembrando que independentemente dos procedimentos indicados, o tratamento domiciliar (“dever de casa”) é a parte mais importante do tratamento.

E é aí que aqui no consultório sempre surge aquela fala: ” ah, doutora, mas eu  tenho preguiça de lavar o rosto e passar o creme ou filtro…” E meus pacientes sabem que a minha resposta é sempre a mesma: ” Você esquece de escovar os dentes? Não! Porque isto é um hábito na sua vida! Então por que não colocar o tratamento da pele como um hábito? Garanto que não vai custar mais do que 3 minutos. Lembrem que pele bonita e saudável requer disciplina!

8 a 9 meses antes

Nesta etapa podemos começar a fazer alguns tratamentos como:

– Depilação a laser para garantir a pele lisinha e livre daqueles pêlos e foliculites indesejáveis.

– Laser de CO2 ou outro laser fracionado  para tratar cicatrizes de acne, estrias, rugas.

– Luz intensa pulsada para aquelas manchinhas, vasinhos, para dar um up na pele.

– Radiofrequência associada ou não a infra vermelho e/ou endermo para tratar a flacidez, gordurinhas localizadas, celulite.

E ainda associação de tratamentos.

Atualmente, dispomos de uma infinidade de aparelhos e tratamentos que podem nos ajudar muito a conseguir a pele de pêssego tao sonhada. Converse com seu dermatologista e descubra qual tratamento é o mais indicado para você.

8 a 4 meses antes

Está na hora de nova consulta para avaliar o que melhorou e o que ainda não está de acordo com a expectativa. Troca de medicações e cosméticos, ajustes e novo programa de tratamento. Se ainda não começou os tratamentos com laser, luz pulsada, radiofrequência está mais que na hora. Dependendo de cada caso, temos atualmente diversos recursos para tratamento de manchas, cicatrizes, estrias, rugas, flacidez, acne, olheira. Converse com seu dermatologista. Nesta fase, os tratamentos para gorduras localizadas como a criolipólise são indicadas.

4 a 3 meses antes

Se for o seu caso, é nesta etapa que se realizam os preenchimentos cutâneos para suavizar marcas de expressão, dar volume onde perdemos e corrigir as sombras da face. Podemos preencher o chamado bigode chinês, olheiras, marca do rosto, etc.

Indico aos meus clientes os preenchimentos com ácido hialurônico que não são definitivos.

Nesta fase também podemos fazer a hidratação injetável da pele com os skinboosters. São pequenas injeções de ácido hialurônico que hidratam e trazem viço para a pele. A luz pulsada é excelente para corrigir ou amenizar manchinhas de sol, vasinho da pele, contrair os poros. Já a radiofrequência melhora a flacidez da pele além de gordura localizada e celulite.

Para o corpo gosto muito das massagens modeladoras com drenagem, além da magic touch que reduz medida já na primeira sessão.

2 meses a 1 mês

Está na hora de avaliar o uso de toxina botulínica para a correção de rugas da testa, lateral dos olhos (pé de galinha), suavizando face, abrindo o olhar e amenizando o ar de cansaço. Aqui também podemos lançar a mão dos peelings para deixar a pele mais uniforme. A limpeza de pele quando indicada deve ser feita com um mês antes.

2 semanas a 7 dias

Adoro os peelings de festa (microdermoabrasão com máscaras nutritivas como ouro, platina e diamante); eles conferem à cútis uma luminosidade e viço para o grande dia. Não existe regra de bolo, cada tratamento deve ser individualizado. O dermatologista é o profissional indicado para avaliar e tratar a sua pele para o grande dia. E um bom profissional vai saber os limites de cada tratamento, afinal, vocês devem estar lindos, sendo vocês mesmos. Nada de radicalismos!

Lembrando também que a alimentação e hábitos de vida saudáveis são primordiais para uma pele bonita no grande dia. Cuide também da cabeça! Pessoas felizes possuem pele radiante.

 

Fonte: A Crítica

Dica de tendência para bridesmaid



O casamento é um dia especial, o sonho de uma vida, que será eternizado, por isso deve-se observar todos os detalhes.

Casablanca atua no mercado de noivas e festa, há mais de 23 anos, sempre inovando e cuidando para que seu dia seja perfeito. Ele contou sobre essa moda:

‘A tendência que está vindo para o Brasil, com origem nos Estados Unidos e alguns países da Europa, são as bridesmaids, mais conhecida como padronização de cores e tons, para madrinhas.

A critério da noiva pode-se usar modelos diferentes, com cores complementares, respeitando a paleta de cores, que é alterada de acordo com a mudança de cada tecido escolhido, pode se ainda ser escolhidos modelos e cores iguais para todas as madrinhas’. Alertou Casablanca.

Fonte: Terra

14 dicas para fazer um casamento econômico e moderno



Tudo com muito charme, ambiente rústico e um toque descolado para deixar a data ainda mais especial

Então, depois de muito namorico, vocês decidiram que era hora de chamar todo mundo e oficializar a união como pede a tradição. Com direito a festa, vestido, comida, bebida, muitas fotos e tudo mais, porém, com um pequeno detalhe: o orçamento. E agora, como fazer uma bela cerimônia sem gastar rios de dinheiro? Estima-se que os casamentos custem aproximadamente R$ 40 mil!

O jeito é se programar com antecedência, botar a mão na massa e ter paciência para negociar com os fornecedores um bom preço pelos serviços. Sandra Rezende, consultora e cofundadora da Universo das Noivas, dá boas dicas para quem quer casar gastando menos e ainda deixando a festa descolada:

1. Comece a planejar com 1 ano de antecedência

A consultora afirma: o planejamento antecipado é o melhor amigo de quem tem um orçamento apertado. Com mais tempo, você consegue pesquisar mais fornecedores, preços e negociar o pagamento em mais vezes até a data.

2. Prefira dias que não sejam no final de semana

Você vai precisar checar com o lugar se eles fazem descontos em feriados por exemplo, ou então domingo à tarde, sábado de manhã e dias da semana como terça e quarta. São os horários menos concorridos, por isso podem te ajudar a economizar uma boa grana.

3. Espaços ao ar livre: must have

A melhor dica da consultora Sandra Rezenda é apostar em ambientes que sejam abertos, como sítios, fazendas e chácaras. Além de ficarem lindos nas fotos, eles precisam de menos decoração e também iluminação, caso o casamento seja durante o dia.

4. Faça a cerimônia no mesmo lugar da festa

Hoje em dia isso já é bem comum, principalmente para quem não tem intenção de casar no religioso. A verdade é que também é um ótimo jeito de economizar, pois não inclui gastos de igreja ou decoração – e os seus convidados vão adorar não ter de se deslocar para dois lugares diferentes!

5. Invista em bolos cenográficos

Um bolo de verdade com dois, três andares decorado com pasta americana, fondant ou mesmo um naked cake de frutas pode custar muito além do que você imagina. Para quem faz questão de ter um bolo decorando a mesa, a ideia é apostar nos falsos: ficam lindos nas fotos, são bem mais baratos e você ainda pode servir outras sobremesas e doces no lugar dele. Sinceramente, quantas vezes você comeu um bolo de casamento?

6. Escolha bem a lista de convidados

A gente sabe que dá vontade de convidar todos os seus amigos, familiares, colegas de trabalho e vizinhos para fazer parte da festa, mas quanto menos gente, menos dinheiro. Pense com carinho nas pessoas mais importantes para vocês, quem realmente não pode faltar e deixe de lado aquela tia-avó que você viu duas vezes na vida, ok?

7. Vá de segundo aluguel

Um vestido de noiva que seja a sua cara é algo obrigatório no dia do seu casamento, certo? A questão é quanto você está disposta a gastar nele. Para Sandra Rezende, um modelo para primeiro aluguel (ou seja, nunca antes usado) pode custar muito mais do que o segundo aluguel. Ele só foi usado uma vez e pode ser reformado para se ajustar no seu corpo, então, não há motivo para se preocupar.”Comprar não é uma boa ideia! Ele vai virar peça de museu, a não ser que você tenha tradição de passar de geração em geração”, explica. Para quem gosta de inovar nas cores e modelos, pode ser mais fácil encontrar um vestido perfeito sem gastar muito!

8. Aposte em comidinhas mais simples

Primeiro você precisa encontrar um espaço que não venha com o próprio buffet de comida, pois aí suas opções são mais amplas. Hoje em dia, as finger foods são práticas, simples e rápidas de serem servidas – assim os convidados não ficam com muita fome enquanto rola a cerimônia. Para quem gosta de praticidade, os food trucks também são ótimos, descolados e ficam incríveis nos espaços ao ar livre (combinando com a decoração, claro!). Ou então você pode pedir para a família ajudar nas comidinhas e criar um menu todo de comfort food, que tenham importância para o casal. Que tal fazer a torta da sua tia que você ama e aquele pappardelle maravilhoso da sua sogra?

9. Aposte no estilo “faça você mesma”

A melhor maneira de economizar é apostar em itens que você possa produzir sem gastar muito: lembrancinhas, iluminação, arranjos de mesa e até mesmo o seu próprio buquê. Dá para criar um fundo para as fotos com filtro de papel de café, usar garrafas antigas e latas para colocar as flores nas mesas, luzes de Natal se tornam o item mais charmoso que você já viu e as lanternas japonesas fazem toda a diferença no lugar. Até o convite pode ser feito em casa! Só pesquise antes para ver quanto sai comprar os materiais para cada DIY e também o tempo necessário para fazer cada um. “Se você conseguir um lugar ao livre, a decoração detalhada é muito menor, pois o espaço já é uma bela paisagem por si só. Além disso, não há a necessidade de decorar todos os espaços: podem ser só alguns locais específicos.”

10. Para os convidados: livro de Polaroides!

Para os amigos participarem da festa como manda o manual, que tal deixar uma câmera tipo Polaroid na entrada com filmes extras e um livro como o scrapbook? Os momentos vão ser únicos e vocês ainda vão contar com as mensagens carinhosas dos convidados de uma maneira diferente 🙂

11. DJ: quem comanda as músicas é você

Alugar os equipamentos e criar uma playlist pode ser uma saída não só econômica, mas também bem mais divertida. Você pode excluir as músicas que não gosta e colocar as suas preferidas, deixando em um computador para facilitar caso os convidados peçam alguma especial. E sai bem mais em conta do que contratar só o DJ, sem contar com os kits de iluminação.

12. Que tal fazer um buquê que não seja de flores?

A gente bem sabe que flores podem ser incrivelmente caras na hora de planejar um casamento. Então aposte em montagens alternativas aos tradicionais arranjos de flores, inclusive no buquê! Você pode usar joias, fazer origamis, unir ervas e até flores falsas para dar o ar imponente.

13. Self-service de bebidas

Já pensou em quão incrível as fotos de uma banheira repleta de bebidas vão ficar? Esse é um jeito bem funcional, prático e econômico de servir os convidados, pois dispensa o serviço de garçom. Não precisa ser em uma banheira, necessariamente: um barco funciona bem, um baú… Veja se você não tem algum amigo que tem algo sobrando em casa!

14. Lua de mel: fuja das altas temporadas

O destino pode ser o mais clássico de todos, mas não precisa ser o mesmo preço de construir um castelo na Dinamarca! Seja o seu destino nacional ou internacional, procure ir antes ou depois da época de alta temporada. Os valores com certeza serão bem melhores!

 

Fonte: M de Mulher

Dicas para acertar no estilo do seu casamento



Escolher o tema do casamento nem sempre é uma tarefa fácil. Tendências vêm e vão e as modas são sempre reformuladas de acordo com seu tempo. Os novos estilos, contudo nem sempre configuram a personalidade do casal, por isso, muito além de um casamento “da moda” é importante fazer uma cerimônia que tenha a cara dos personagens principais.

A designer e blogueira Fernanda Floret, do site Vestida Para Casar, defende que antes mesmo de escolher o tema é preciso elencar as prioridades para a cerimônia. Dentre os tópicos mais importantes, destaca-se a paixão pelas escolhas. “Uma noiva apaixonada por suas escolhas raramente erra porque se empenha melhor naquilo que te dá orgulho e prazer”, conta.

Se tratando das regras de etiqueta para a grande entrada, a blogueira garante que não deve ser uma grande preocupação, já que os tempos se renovam e as tradições não se aplicam da mesma forma que outrora. Para ela não existe certo ou errado na hora de escolher como entrar, seja sozinho, acompanhado do pai, mãe, ou até ambos, tudo é válido para quem vai se casar.

Apostar nas raízes familiares ou na história do casal são as ideias mais assertivas desde o tema central às lembrancinhas dos convidados. Para Fernanda, estas alternativas são bem sucedidas porque conta para os convidados um pouco da história do casal. “Algumas pessoas optam por temas que contam de sua origem familiar […], já outros casais escolhem com base na música que estava tocando quando se conheceram”, afirma.

Dentre tantos afazeres para o grande dia, é importante levar em conta o bem-estar de quem vai estar presente na cerimônia. Quem puder personalizar lembrancinhas ou até bilhetes em nome dos convidados sem dúvidas agradará os presentes e os farão se sentir amados e bem quistos. “Façam os convidados se sentirem importantes”, aconselhou Fernanda.

Quanto aos votos de casamento, estes nunca fogem à tradição. Nada de pedir para terceiros escreverem, tudo tem que vir por parte do casal. Fernanda conta que não precisa muito para emocionar. “Conte como se conheceram, uma passagem engraçada e os planos para o futuro”, sugere. Contando que venha do coração, amor e sinceridade, estes nunca saem de moda.

 

Fonte: O Hoje